Como lidar com mudanças? Entenda o porquê sentimos essa dificuldade

O senso comum diz que as mudanças são difíceis porque elas exigem que deixemos a zona de conforto. Isso é verdade, mas não responde em detalhes por que essa dificuldade existe. Nós temos dificuldades em mudar porque sair dessa zona de conforto significa abrir mão de comportamentos enraizados para resolver os problemas.

Seja na vida profissional ou pessoal, mudanças batem à porta: a empresa passa por uma reorganização, você é comunicado que será transferido, sua esposa pede divórcio. O segredo para fazer a transição com saúde emocional é conseguir reprogramar seus hábitos.

Neste artigo, você vai aprender como lidar com as mudanças, os motivos pelos quais temos dificuldades em aceitá-las e como podemos passar por elas de uma forma tranquila. Acompanhe!

Por que encarar as mudanças na vida pessoal e profissional?

Fugir das mudanças pode até parecer bastante benéfico, se você levar em consideração que encará-las de frente pode trazer ansiedade, apreensão e certo nível de desconforto.

Entretanto, a impressão de que essa é a melhor estratégia é equivocada. Normalmente, essa apreensão anterior à mudança envolve medo. Se você deixar que ele determine suas escolhas e faça você permanecer onde está, esse padrão vai ganhar força. Assim, na próxima vez que um desafio chegar, você vai ter ainda menos segurança.

No ramo profissional, as pessoas que têm iniciativa são muito bem-vistas. Isso demonstra um nível saudável de ambição, coragem e de vigor. Geralmente, depois que nos permitimos alguma “aventura”, percebemos que o medo era desproporcional ao aspecto real daquela nova condição.

Na prática, mudar pode ajudar a deixar para trás um momento difícil, traz a sensação de renovação, estimula o autoconhecimento e pode refletir em boas oportunidades profissionais.

Além disso, mesmo que haja problemas, os erros podem fazer parte do seu caminho para o sucesso. Afinal, você amadurece e ganha resiliência.

É importante, no entanto, entender que esse período pode ser bastante estressante se não estivermos dispostos a flexibilizar nossas crenças e padrões de pensamento.

Por que temos dificuldade em aceitar as mudanças?

Um cenário novo pede novas habilidades emocionais. Por isso, nos sentimos um pouco vulneráveis quando a vida traz um contexto diferente e precisamos nos adaptar. Até compreendermos aquela nova dinâmica e desenvolvermos novos comportamentos e “armas”, é comum termos insegurança.

Quando estamos na nossa zona de conforto, há segurança. Sabemos que determinada ação deve gerar determinada reação, e que velhos comportamentos dão conta dos problemas que surgem. Quando precisamos mudar, novas condições pedem estratégias diferentes.

É preciso ficar atento ao autoboicote quando uma nova fase da vida começa. Ele frequentemente está relacionado a dois sentimentos: a baixa autoestima e a culpa.

No caso da baixa autoestima, a pessoa não se vê com capacidade para enfrentar os novos desafios e cria justificativas para não mudar. Já no caso da culpa, ela pode sentir que não merece as vantagens do que é novo.

Como lidar com mudanças?

Para desenvolver a coragem e sentir-se mais seguro, podemos usar duas técnicas: lembrar de momentos em que os resultados das mudanças foram positivos e conhecer ao máximo seu novo contexto.

Imagine que você consegue uma oportunidade para começar uma nova carreira em outra cidade. Com informações sobre a rotina do local, clima, preços, opções de lazer e demandas dessa nova profissão, você vai saber onde pisar. Assim, consegue reunir mais confiança e diminuir a sensação de medo.

Além disso, como vimos acima, é importante estar disposto a mudar seus hábitos e desenvolver algum desapego da sua condição passada.

Lidar com mudanças pode ser realmente difícil, mas com planejamento e reconhecimento das suas emoções, fica mais fácil agir de forma racional durante as transições da vida. Neste artigo, você descobriu por que mudar faz bem, mas que também é uma tarefa árdua, e como lidar com mudanças.

Para desenvolver novos hábitos, a disciplina faz toda a diferença. O que acha de conferir algumas dicas para desenvolvê-la neste outro artigo do nosso blog?

Um carinhoso abraço,

Flávio Lettieri e Equipe Como fazer Coaching

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de atendimento está aqui para responder às suas perguntas. Pergunte-nos qualquer coisa!
Olá, como posso ajudar?

Novidades

LIDERANÇA

Receber Notificações